Rolou na 2ª: cirurgia de Bolsonaro, Lula x Lava Jato e Previdência

Lideranças do MPF realizaram atos em defesa da independência e da autonomia da instituição e contra a indicação de Augusto Aras para a PGR

Reprodução/TwitterReprodução/Twitter

atualizado 09/09/2019 22:38

Restabelecendo-se após passar por nova cirurgia, desta vez para a retirada de uma hérnia na região do abdômen, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) mostrou nas redes sociais um pouco da rotina no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Enquanto tomava café da manhã nesta segunda-feira (09/09/2019), compartilhou com os seguidores o programa preferido dele: o seriado mexicano Chaves.

“Pessoal, só segunda-feira que estou de folga, hein! Amanhã volto para o batente. Por enquanto, meu programa favorito aqui: Chaves. Tamo (sic) junto. Um abraço para todo mundo aí!”, disse o presidente no vídeo.

Veja mais notícias sobre o governo Bolsonaro:

A força-tarefa da operação Lava Jato em São Paulo denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o seu irmão, Frei Chico, por corrupção passiva. Segundo os investigadores, o irmão do ex-presidente recebeu R$ 1,1 milhão como espécie de “mesada” da Odebrecht entre os anos de 2003 e 2015.

Além deles, foram denunciados os empresários Emílio e Marcelo Odebrecht e o ex-diretor da empresa, Alexandrino Alencar. No caso dos executivos, a denúncia é por corrupção ativa.

Confira:

Também nesta segunda, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), desistiu de tentar votar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) da reforma da previdência esta semana. Ao sair do Palácio do Planalto, onde visitou o presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, Alcolumbre afirmou que a votação em primeiro turno da reforma deverá ficar mesmo para a próxima semana.

“Como não há consenso em relação a gente tentar antecipar esse calendário, eu vou seguir o que está comprometido que é o acordo com os senadores, [de votar] na outra semana, para cumprir as cinco sessões”, disse Alcolumbre, após o que chamou de “visita de cortesia” a Mourão.

Leia mais:

Outras manchetes:

Últimas notícias