Alcolumbre diz que nome de Aras à PGR será votado após saída de Dodge

Presidente do Senado avalia que o resultado será conhecido apenas na semana de 22 de setembro, dias depois do fim do mandato da atual PGR

Michael Melo / MetrópolesMichael Melo / Metrópoles

atualizado 09/09/2019 19:02

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AM), afirmou nesta segunda-feira (09/09/2019) que a indicação do subprocurador Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República deve chegar à Casa nessa terça-feira, com previsão de votação na semana do dia 22 de setembro. A atual PGR, Raquel Dodge, fica no cargo até o dia 17 deste mês.

“A indicação pode chegar amanhã ao Senado, junto com outras indicações de autoridades. E, chegando ao Senado, a gente vai fazer a leitura e encaminhar para a CCJ [Comissão de Constituição e Justiça]”, disse. “Pela conta, não vai dar esse prazo até o dia 17”, avaliou Alcolumbre. “Regimentalmente, se a gente tiver que seguir o regimento, e é bom que a gente siga o regimento, há a partir da sabatina do indicado um pedido de vista, que é natural. Então, pela conta, não vai dar esse prazo até o dia 17.”

O senador falou sobre o tema no anexo do Palácio do Planalto, antes de se encontrar com o presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, para sua primeira visita de cortesia.

Perguntado se o perfil de Aras era bem aceito entre os parlamentares, Alcolumbre não se antecipou. “O perfil de um procurador de carreira que está enquadrado nas orientações, digamos assim, para ocupar a Procuradoria-Geral da República foi escolhido pelo presidente do Brasil. O Senado vai sabatinar e vai ou aprovar ou rejeitar”, disse.

Últimas notícias