Protesto contra Bolsonaro é marcado para o dia 7 de setembro

Integrantes da campanha nacional contra o presidente divulgaram a data nas redes sociais. Manifestações também estão previstas para agosto

atualizado 31/07/2021 14:01

Manifestantes começam a se reunir na frente do Museu Nacional para ato contra o Presidente Jair Bolsonaro em Brasília. Fotos: Arthur Menescal/Especial MetrópolesArthur Menescal/Especial Metrópoles

Organizadores do movimento Fora Bolsonaro decidiram, nessa sexta-feira (30/7), que haverá manifestação de rua no dia 7 de setembro, data em que se comemora o Dia da Independência.

A data é conhecida pelos desfiles militares, mas também pelo Grito dos Excluídos, tradicional manifestação promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Também estão previstos protestos contra o presidente nos dias 11 e 18 de agosto, Dia do Estudante e Dia do Servidor Público, respectivamente.

O deputado federal Orlando Silva (PCdoB) anunciou a nova data pelo Twitter. “Sete de setembro é dia de celebrar a Independência e enxotar Bolsonaro do Planalto”, anunciou.

Movimento continua

No último sábado (24/7) houve manifestações de rua contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em várias unidades da federação e fora do país.

As primeiras grandes manifestações contra Bolsonaro começaram em maio, se repetiram em 19 de junho e 3 de julho, todas com o apoio de movimentos sociais, partidos e políticos de esquerda.

O movimento tem pedido mais rapidez na vacinação e tem criticado a condução da pandemia por Bolsonaro.

Últimas notícias