Se o filho do capeta voltar, não sai mais, diz Bolsonaro sobre Lula

Declaração do presidente ocorre dois dias após pesquisa Datafolha apontar que petista lidera intenções de voto para eleições de 2022

atualizado 14/05/2021 15:02

Presidente Jair Bolsonaro cumprimenta apoiadores na saída do Palácio da Alvorada 3Rafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chamou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “filho do capeta”. Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, nesta sexta-feira (14/5), Bolsonaro disse que, se o petista voltar a ser presidente do país, “nunca mais vai sair”.

“A canalhada da esquerda continua a mesma coisa. […] E uma turma ainda quer votar nesse filho do capeta aí. Olha, se esse cara voltar, nunca mais vai sair. Escreve aí”, disse o mandatário da República.

Esta é a primeira fala do chefe do Executivo federal depois de o Instituto Datafolha divulgar, na quarta-feira (12/5), uma pesquisa apontando que Lula lidera as intenções de voto para as eleições presidenciais do ano que vem.

Segundo o levantamento, no primeiro turno, Lula teria 41% das intenções de voto, contra 23% de Bolsonaro. Em um eventual segundo turno contra o atual presidente, o petista venceria por 55% a 32%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 11 e 12 de maio, em 146 cidades, e com 2.071 pessoas entrevistadas. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Mourão diz que “tem muita água para rolar”

Ainda na quarta-feira (12/5), depois da divulgação da pesquisa Datafolha, o vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) foi questionado sobre os percentuais. Em réplica à imprensa, disse que ainda “tem muita água para rolar”.

“Olha, falta quanto tempo para a eleição? Um ano e meio, né? Um ano e meio. Então, tem muita água para rolar aí. Vamos aguardar. Tem que ter paciência, gente”, declarou o vice-presidente na saída do gabinete, no Palácio do Planalto.

Últimas notícias