Datafolha: 51% reprovam gestão de Bolsonaro na pandemia; 21% aprovam

Em janeiro deste ano, índice de reprovação era de 54%, e de aprovação, 22%. Pesquisa ouviu 2.071 pessoas por telefone entre 11 e 12 de maio

atualizado 14/05/2021 7:55

Presidente Jair Bolsonaro durante Cerimônia de Lançamento da Retomada do TurismoIgo Estrela/Metrópoles

Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada nessa quinta-feira (13/5) aponta que 51% dos entrevistados avaliam como ruim ou péssimo o desempenho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a pandemia do coronavírus.

Segundo o levantamento, 21% consideram como ótima ou boa a gestão do presidente. Em janeiro deste ano, o percentual era de 54% e 22%, respectivamente.

A pesquisa nacional do instituto foi realizada por telefone nos dias 11 e 12 de maio e ouviu 2.071 pessoas. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

O índice alcançado por Bolsonaro é inferior ao percentual do Ministério da Saúde (30%) e de governadores (35%). Veja os índices abaixo:

Avaliação do desempenho de Bolsonaro na pandemia
  • Ótimo/bom: 21%
  • Regular: 27%
  • Ruim/péssimo: 51%
  • Não sabe: 1%
Avaliação do desempenho do Ministério da Saúde
  • Ótimo/bom: 30%
  • Regular: 37%
  • Ruim/péssimo: 32%
  • Não sabe: 1%
Avaliação do desempenho do governador do estado do entrevistado
  • Ótimo/bom: 35%
  • Regular: 35%
  • Ruim/péssimo: 29%
  • Não sabe: 1%

O Datafolha também perguntou quem é o principal culpado pela crise sanitária em decorrência da pandemia. Para 29% dos entrevistados, Bolsonaro é o principal culpado. Até essa quinta, o Brasil acumulava 430 mil mortes por Covid-19.

Quem é o principal culpado pela situação da crise sanitária?
  • Jair Bolsonaro: 39%
  • Governadores: 20%
  • Prefeitos: 10%
  • População: 3%
  • Todos: 10%
  • Nenhum: 9%
  • Outros: 3%
  • Não sabe: 6%
Para além da pandemia, o levantamento também mostrou o desempenho geral de Bolsonaro até o momento.
  • Ótimo/bom: 24%
  • Regular: 30%
  • Ruim/péssimo: 45%
  • Não sabe: 1%

 

Últimas notícias