Queiroga assina nesta 6ª contrato que prevê 100 mi de doses da Pfizer

Segundo o ministro da Saúde, o acordo estabelece que a farmacêutica entregará 30 milhões de imunizantes até o fim deste ano

atualizado 14/05/2021 16:29

Queiroga assina nesta 6ª contrato que prevê 100 mi de doses da PfizerAline Massuca/Metrópoles

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que assinará, nesta sexta-feira (14/5), o contrato para a aquisição de mais 100 milhões de doses da vacina da Pfizer. Do total, 30 milhões chegariam até o fim deste ano, somando-se às 100 milhões já previstas até setembro no primeiro contrato.

Sobre a Pfizer, ponto central da CPI da Covid em curso no Senado, o ministro evitou tecer comentários relativos à suposta omissão do governo brasileiro durante a gestão do general Eduardo Pazuello na Saúde. “Não estou aqui para julgar ninguém. Sou ministro da Saúde, não participei dessas negociações”, disse.

“Fui à CPI, prestei os esclarecimentos aos senadores, fiquei lá mais de 10 horas. Nosso dever como brasileiros é ficar à disposição das autoridades para prestar contribuições e fortalecer nossa democracia. Se julgarem conveniente que eu vá novamente, irei como fui da última vez, entrando pela porta da frente”, falou.

Queiroga esteve no Rio para dar início à vacinação de atletas que disputarão as Olimpíadas de Tóquio, no Japão, em agosto deste ano.

Participaram do evento, no Centro de Capacitação Física do Exército, os atletas Rosângela Santos, do atletismo; Ana Marcela Cunha, da maratona aquática; Larissa de Oliveira, da natação; Marcus Vinicius D’Almeida, do tiro com arco; Caio Ribeiro, da canoagem paralímpica; e Michel Pessanha, do remo paralímpico.

Últimas notícias