Queiroga: infectologista comandará Secretaria de Enfrentamento à Covid

Luana Araújo é infectologista e epidemiologista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro

atualizado 12/05/2021 10:57

Infectologista Luana AraújoReprodução/Twitter

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nomeou, nesta quarta-feira (12/5), a infectologista Luana Araújo para o comando da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19.

A escolha da profissional para o comando da secretaria foi anunciada durante evento de lançamento da Campanha de Conscientização sobre Medidas Preventivas e Vacinação Contra a Covid-19.

Luana Araújo é infectologista e epidemiologista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e pós-graduada pela Universidade John Hopkins, nos Estados Unidos

“Minha experiência é trabalhar com preparo e resposta. Isso foi o que me trouxe hoje para essa posição”, afirmou Luana. A profissional disse ter atuado na linha de frente do enfrentamento à Covid-19.

Apesar da marcante presença de militares em diversas áreas do governo federal – como a do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello – Queiroga disse, durante a cerimônia, que a escolha de uma técnica para o Ministério da Saúde foi “determinação do presidente Jair Bolsonaro”.

O nome cotado para assumir o comando da secretaria era o da enfermeira Francielle Fontana, coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI). Queiroga já havia adiantado que ela seria a responsável pela área. No entanto, Francielle segue no comando do PNI.

Secretaria Extraordinária

A secretaria foi definida em decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na última segunda-feira (10/5). De acordo com a pasta,  a proposta é centralizar as ações de todas as secretarias do ministério em um só lugar.

A ação foi lançada mais de um ano após o início da pandemia. Desde então, o país passou da marca de 420 mil mortos por Covid-19.

Além do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, participaram do evento a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, e representantes do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass).

Últimas notícias