Para Olavo de Carvalho, com Lula “havia mais liberdade para conservadores”

Guru do bolsonarismo tem criticado o governo Bolsonaro por falta de apoio aos olavistas alvos de investigações e boicotes financeiros

atualizado 09/09/2020 14:19

olavo de carvalhoReprodução/Facebook

O escritor Olavo de Carvalho, guru da ala mais radical do governo Bolsonaro, está mesmo chateado com o presidente. Desde a intensificação das investigações contra extremistas e influenciadores digitais olavistas, que resultaram em prisões e inquéritos no STF, o professor on-line de filosofia tem subido o tom contra o governo e cobrado ações concretas e visitas a “presos políticos”. Centrado nas novas alianças, Bolsonaro tem ignorado as críticas.

A insatisfação de Olavo cresceu após campanhas do perfil anônimo Sleeping Giants com o objetivo de cortar os financiamentos virtuais do guru e de pessoas ligadas a ele. O PayPal, uma das maiores empresas de pagamentos on-line, bloqueou a conta de Olavo após denúncias de que ele propagou notícias falsas sobre o coronavírus – ele disse que a pandemia não existe.

Nos últimos dias, o escritor já havia chamado Bolsonaro de “bundão” e dito que ele é um político “mais desastrado que Ciro Gomes”.

Nesta terça (8/9), a comparação foi com outro nome da esquerda. Veja:

olavo de carvalho
Postagem de Olavo de Carvalho em 8 de setembro de 2020

Bolsonaro segue calado, mas isso não chega a abalar as estruturas do apoio olavista, como mostra essa outra postagem desta terça:

olavo de carvalho
O guru não abandonou o barco
0

 

Últimas notícias