Olavo de Carvalho é bloqueado pelo PayPal após denúncia de fake news

O "guru" bolsonarista utilizava a plataforma para vender cursos e arrecadar doações de apoiadores

atualizado 06/08/2020 15:46

Fiolósofo Olavo de CarvalhoReprodução/ redes sociais

A plataforma de pagamentos online Paypal bloqueou, nessa quarta-feira (5/8), o acesso do “guru” bolsonarista Olavo de Carvalho. O professor on-line de filosofia utiliza a ferramenta para vender cursos e pedir doações de apoiadores.

A decisão foi tomada pela sede da empresa e foi provocada pela denúncia da organização Sleeping Giants, sobre o financiamento de grupos e pessoas ligadas a redes de disseminação de fake news. O vídeo usado para demonstrar que ele propagava informações falsas é um que ele questiona a existência do coronavírus.

Nas redes sociais, Olavo confirmou a decisão da PayPal. “Eis o tipo de debate democrático que os comunistas praticam: tanto se esforçaram, que conseguiram fechar a minha conta do Paypal”, escreveu. Ele não se manifestou sobre as informações falsas que ele mesmo publicou.

Eis o tipo de debate democrático que os comunistas praticam: tanto se esforçaram, que conseguiram fechar a minha conta do Paypal.

Publicado por Olavo de Carvalho em Quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Em nota, a empresa afirmou que tem o compromisso de revisar diligentemente qualquer usuário do PayPal para garantir que os serviços sejam utilizados de acordo com a política deles de uso aceitável. “Se tomarmos conhecimento de atividades que violam a política, tomaremos as medidas apropriadas”, informou.

Últimas notícias