Na CPI, Renan troca nome em placa pelo número de vítimas da Covid-19

A homenagem foi feita em sessão do colegiado que colhe depoimento do ex-secretário de Comunicação Social Fabio Wajngarten

atualizado 12/05/2021 10:56

Igo Estrela/Metrópoles

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), trocou a placa de identificação com seu nome pelo número de mortos pela Covid-19 no país registrado até esta quarta-feira (12/5).

Segundo balanço divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Brasil já perdeu 425.540 vidas para a doença e computou 15.282.705 casos de contaminação.

A homenagem foi feita em sessão do colegiado que colhe depoimento do ex-secretário de Comunicação Social Fabio Wajngarten. Ele é o quinto depoente do colegiado.

0

Antes dele, os senadores ouviram o depoimento de Antonio Barra Torres, presidente da Anvisa, além dos ex-ministros Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich, além do atual chefe da Saúde, Marcelo Queiroga.

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello só será ouvido em 19 de maio, após ter alegado que teve contato com duas pessoas infectadas pelo novo coronavírus e cumpre quarentena.

A CPI da Covid-19 tem o objetivo de investigar as ações e omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia e, em especial, no agravamento da crise sanitária no Amazonas com a ausência de oxigênio, além de apurar possíveis irregularidades em repasses federais a estados e municípios.

Últimas notícias