Lira promete descentralizar poder da presidência da Câmara dos Deputados

Presidente da Casa defendeu que sua gestão será pautada no "empoderamento de deputados e deputadas"

atualizado 03/02/2021 18:45

Cerimônia de abertura do ano Legislativo no Congresso Nacional. Na foto os presidentes Jair Bolsonaro, Rodrigo Pacheco e Arthur LiraRafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), prometeu, nesta quarta-feira (3/2), que sua gestão no comando da Casa será pautada na “independência parlamentar” e na descentralização do poder da presidência. A fala ocorreu durante discurso da abertura dos trabalhos legislativos do Congresso Nacional.

Lira prometeu que conduzirá os trabalhos com “harmonia”. “São tantas as urgências, não será fácil”, enfatizou. Nas palavras do presidente da Câmara, haverá maior “empoderamento dos deputados e das deputadas” em sua gestão. “Menos decisões individuais e mais decisões coletivas, mais transparência”, resumiu.

Assim como após o encontro com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), Lira defendeu que o Congresso Nacional tem como prioridade a vacinação de brasileiros contra o novo coronavírus e a criação da comissão mista para análise do orçamento de 2021. Ele voltou a defender que as Casas pautem a extensão do auxílio emergencial.

“Nós podemos sim unir esforços com o Senado Federal, o Executivo e o Judiciário. E, de nossa parte, fazer o que estiver ao nosso alcance para facilitar oferta de vacinas, amparos aos mais vulneráveis”, defendeu.

O parlamentar defendeu que sua agenda será pautada, inicialmente, na apreciação de vetos presidenciais e na proposta de lei orçamentária. “A votação é necessária para destrancar a pauta do plenário o Congresso, de modo que possamos apreciar e deliberar sobre outros temas da sociedade.”

“Essa expectativa só será atendida quando houver harmonia entre os poderes, resguardada a independência de cada um deles”, completou Lira.

0
Sessão

O Congresso Nacional deu início, na tarde desta quarta-feira (3/2), ao ano legislativo de 2021. A sessão solene marca a inauguração da 3ª Sessão Legislativa da 56ª Legislatura.

A cerimônia contou com participação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), dos presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e Arthur Lira (PP-AL), respectivamente, e do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, além do procurador-geral da República, Augusto Aras.

Como de costume, a sessão foi presidida pelo presidente do Congresso Nacional, o senador Rodrigo Pacheco, eleito pelo Senado nessa segunda-feira (1°/2), e que passou a palavra ao presidente Jair Bolsonaro. O segundo a discursar foi o ministro Luiz Fux. Na sequência, foi a vez de Lira e Pacheco falarem.

Últimas notícias