Recém-eleito, Arthur Lira anula eleição de todo o resto da Mesa Diretora

Novo presidente da Câmara cobra uma nova eleição para que, segundo ele, que haja uma "melhor distribuição de vagas"

atualizado 02/02/2021 0:20

Rafaela Felicciano/Metrópoles

Em sua primeira medida como presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), tornou nula a votação para os outros cargos da Mesa Diretora. Ele cobra uma nova eleição para, segundo ele, que haja uma “melhor distribuição de vagas”. Cada bloco terá até às 13h desta terça-feira (2/2) para lançar novas candidaturas.

A alegação é de que o bloco do rival Baleia Rossi (MDB-SP) foi registrado com seis minutos de atraso, nesta segunda-feira (1º/2).

Essa decisão tem impacto direto na distribuição dos demais cargos da Mesa Diretora da Câmara que, no bloco anterior, respeitava o critério da proporcionalidade.

O ato de Lira anulou todos os registros de candidatura e convocou os técnicos para fazer um novo cálculo da proporcionalidade.

Lira também cancelou a formação do bloco de apoio à Baleia Rossi, que continha 10 partidos: MDB; PSDB; PDT; Solidariedade; PCdoB; Cidadania; PV; Rede; PT e PV.

“Considerando que neste momento apenas o cargo de presidente foi apurado, cargo excluído da proporcionalidade partidária, permitindo a candidatura de qualquer deputado e que nenhuma candidatura apresentada a este cargo foi indeferida. Considerando que ainda não é conhecida a vontade deste soberano plenário, quanto à parte equivocada, relativas aos demais cargos decide tornar sem efeito a decisão que deferiu o registro do bloco”, justificou Lira.

Leia a íntegra da decisão:

Decisão PCD (1) by Lourenço Flores on Scribd

Ele ainda determinou que na terça-feira, haverá novo registro. A eleição para os demais cargos foi marcada para ocorre as 16h desta terça-feira .

0

Últimas notícias