Em mensagem ao Congresso, Bolsonaro exalta ações do governo na pandemia

Presidente participou de cerimônia de abertura das atividades do ano Legislativo. Na ocasião, foi chamado de "mito", "genocida" e "fascista"

atualizado 03/02/2021 17:21

Bolsonaro participa da abertura do ano legislativo no CongressoRafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participou nesta quarta-feira (3/2) da cerimônia de abertura do ano Legislativo no Congresso Nacional. Em seu discurso (leia a íntegra mais abaixo), o chefe do Executivo federal exaltou ações do seu governol durante a pandemia do novo coronavírus.

“Com incertezas de toda ordem e um cenário totalmente desconhecido, o governo federal adotou duas premissas básicas: salvar vidas e proteger empregos. Com base nessas premissas e com um olhar especial às populações mais vulneráveis, àqueles que mais necessitavam da atenção do Poder Público, todo o governo federal foi mobilizado para uma atuação ainda mais coordenada, integrada e efetiva”, disse o presidente.

Bolsonaro ainda falou em união dos poderes para construir um país mais “próspero” e “justo”.

0

“O atual cenário em que o Brasil se encontra exige de todas as autoridades públicas uma atuação ainda mais coordenada, integrada, harmônica e fulcrada no espírito público para, juntos, construirmos um Brasil mais próspero e mais justo para todos. A participação de nosso Parlamento é indispensável para o alcance deste objetivo.”, declarou Bolsonaro.

Tumulto e protestos

Antes de iniciar seu discurso, o presidente Bolsonaro foi alvo de protestos de parlamentares da oposição. Sob os gritos de “genocida” e “fascista”, o mandatário do país tentou discursar por duas vezes, mas foi interrompido pelas manifestações. O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), interveio e acalmou os parlamentares.

“Peço aos parlamentares que mantenham respeito a essa sessão solene do Congresso Nacional, respeitando as autoridades que aqui se encontram. Esse comportamento não é o esperado por parte dos parlamentares. Peço à segurança que possa garantir a ordem dos trabalhos”, pediu o presidente do Congresso.

Após os protestos, parlamentares aliados ao Palácio do Planalto gritaram palavras de apoio ao presidente, como “mito”.

“Primeiramente, é uma satisfação enorme voltar a esta casa na qual eu fiquei por 28 anos. Muitos debates entre nós, muitas ideias divergentes, mas sempre o respeito a qualquer autoridade que, por ventura, estivesse presente neste momento”, disse Bolsonaro antes de iniciar o seu discurso.

Mensagem Presidencial 2021 (1) by Carlos Estênio Brasilino on Scribd

Últimas notícias