Bolsonaro na Bahia não contará com governador em inauguração de usina

Presidente vai inaugurar unidade fotovoltaica em Sobradinho. Rui Costa passa a segunda em Brasília, com visitas a embaixadas e ministérios

atualizado 05/08/2019 13:15

Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) embarcou nesta segunda-feira (05/08/2019) para Sobradinho, no interior da Bahia, onde participará da inauguração fotovoltaica flutuante localizada no reservatório de Sobradinho.

Mais uma vez, ele não contará com a companhia do governador do estado, Rui Costa (PT), que está, nesta segunda-feira, em viagem a Brasília. Na capital federal, o petista deve visitar algumas embaixadas e ministérios, antes de seguir para São Paulo.

Esta é a segunda vez que Bolsonaro visita a Bahia em menos de um mês. A primeira ocorreu logo após o presidente, em áudio divulgado pelo Palácio do Planalto, ter se referido ao Nordeste com o termo “paraíba”. Costa, que participaria do evento para a inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, em Feira de Santana, decidiu não mais participar.

O evento foi fechado para uma plateia de convidados e contou com a presença do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), além do presidente e seus aliados na Bahia. Bolsonaro embarcou às 8h para o estado.

Usina

Trata-se da primeira etapa da implantação da usina solar fotovoltaica flutuante na Usina Hidrelétrica de Sobradinho, no sertão da Bahia. O projeto é da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). Os painéis solares foram colocados no rio São Francisco. Neste primeiro momento, o empreendimento será inaugurado com capacidade instalada de 1 Megawatt pico (MWp) e será para consumo interno da Usina de de Sobradinho.

Nesta inauguração, acompanham Bolsonaro, na Bahia, o ministro de Minas e Energia, Bento Costa Lima Leite e o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior.

O projeto visa atender a uma potência instalada de 1 MWp, com um total de 3.792 painéis solares. Esse sistema utiliza uma área de lago de, aproximadamente, 11 mil metros quadrados (m²) para a instalação.  A expectativa é que, ao todo, a capacidade da usina seja de 2,5 MWp até o fim deste ano. O investimento para todo o projeto é de R$ 55 milhões.

Últimas notícias