“Dos governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão”, diz Bolsonaro

Em áudio vazado, o presidente fala para o ministro Onyx Lorenzoni que "não tem que ter nada com esse cara", se referindo a Flávio Dino

Marcos Corrêa/PRMarcos Corrêa/PR

atualizado 19/07/2019 21:40

Em áudio vazado após o café da manhã que ofereceu nesta sexta-feira (19/07/2019) a profissionais da mídia estrangeira, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), em conversa com o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência, Onyx Lorenzoni, ataca o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e se refere aos estados do Nordeste pelo termo “paraíba”, considerado pejorativo.

“Desses governadores de ‘paraíba”, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”, disse o presidente.

Confira a fala de Bolsonaro em vídeo disponibilizado no Twitter do próprio Dino:

Ainda no Twitter, Dino comentou as declarações vazadas: “É uma orientação administrativa gravemente ilegal”.

Veja:

O governador maranhense assegurou que continuará a “dialogar respeitosamente com as autoridades do governo federal”.

Leia aqui:

Em conjunto, os nove governadores do Nordeste divulgaram, nesta sexta, uma carta em que expressam “espanto e indignação” com a fala do presidente, a quem pedem esclarecimentos.

Veja a íntegra do documento:

“Nós governadores do Nordeste, em respeito à Constituição e à democracia, sempre buscamos manter produtiva relação institucional com o Governo Federal.

Independentemente de normais diferenças políticas, o princípio federativo exige que os governos mantenham diálogo e convergências, a fim de que metas administrativas sejam concretizadas visando sempre melhorar a vida da população.

Recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional.

Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia”.

Últimas notícias