Petistas vão para a frente do STF pressionar pela soltura de Lula

Militantes farão mobilização em frente ao prédio do Supremo, às 18h desta quarta. Uma hora antes, MBL chamou protesto no mesmo local

atualizado 19/12/2018 17:29

A militância do PT já está sendo mobilizada pelas suas lideranças para ir para a frente do Supremo Tribunal Federal (STF), a partir das 18h desta quarta-feira (19/12), e pressionar pela liberdade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba após condenação na Lava jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A decisão do  ministro do (STF) Marco Aurélio Mello de determinar que presos em segunda instância sejam soltos reanimou a legenda.

O clima promete ficar quente. O Movimento Brasil Livre também marcou protesto no mesmo local, contra a decisão de Marco Aurélio Mello, com uma única diferença: os integrantes do movimento devem chegar a partir das 17h. Por volta das 16h30, já havia manifestantes dos dois grupos se estranhando em frente à Corte suprema.

A liminar proferida pelo ministro do STF no início desta tarde possibilita a soltura de ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em abril deste ano após ser condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP). A defesa do petista já protocolou pedido de liberdade às 14h48.

Veja o cartaz para a convocação:

Últimas notícias