*
 

Ainda carregando bolsa de colostomia, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, demonstrou desconforto físico em diversos momentos – inclusive para permanecer sentado – no decorrer da sessão solene do Congresso Nacional, nesta terça-feira (6/11), em homenagem à Constituição.

O presidente eleito está sob cuidados médicos permanentes desde que sofreu atentado em Juiz de Fora (MG), enquanto cumpria agenda de campanha eleitoral, em setembro.

No próximo mês, Bolsonaro será submetido à nova cirurgia – a terceira depois do ataque – para a retirada da peça médica, colocada em razão de graves lesões nos intestinos delgado e grosso, perfurados quando o parlamentar foi esfaqueado no abdômen.

A viagem a Brasília nesta terça-feira (6) é a primeira desde a vitória obtida na disputa presidencial no fim de outubro. Bolsonaro tem permanecido a maior parte do tempo em sua residência, no Rio de Janeiro, para reuniões e encontros com apoiadores, aliados políticos e auxiliares próximos.

Na capital federal, o futuro chefe do Palácio do Planalto mantém extensa agenda de compromissos até quinta-feira (8), quando retornará ao Rio de Janeiro.