Após vazamento de conversas, Moro se reúne com Bolsonaro

O encontro foi acrescentado na agenda oficial do ministro da Justiça e Segurança Pública nesta terça-feira (11/06/2019)

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 11/06/2019 10:39

Após o vazamento de conversas entre o ministro da Justiça, Sergio Moro, e procuradores da força-tarefa da Lava Jato, o ex-juiz se encontra com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) na manhã desta terça-feira (11/06/2019). A reunião foi acrescentada na agenda oficial de Moro agora há pouco (veja imagem abaixo).

A reportagem do Metrópoles entrou em contato com a Secretaria de Comunicação da Presidência, que não informou sobre o encontro, previsto para ocorrer no Palácio da Alvorada. A assessoria de imprensa do Ministério da Justiça confirmou o compromisso. De lá, os dois seguiram para a Cerimônia de Comemoração do 154º Aniversário da Batalha Naval do Riachuelo.

A reunião entre Moro e Bolsonaro, que tem como pauta o vazamento de mensagens, havia sido anunciada pelo porta-voz do governo, Otávio do Rêgo Barros, nessa segunda-feira (10/06/2019).

Conversas do ministro divulgadas no último domingo (09/06/2019) revelam uma suposta interferência nas investigações da operação. As mensagens trocadas entre Moro e o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba (PR), foram reveladas pelo site The Intercept Brasil no último domingo (09/06/2019).

Bolsonaro e Moro já haviam feito contato depois da exposição dos fatos. No entanto, o ministro cumpriu agenda oficial em Manaus (AM) nessa segunda (10/06/2019), o que impediu uma reunião presencial. “A partir de amanhã [hoje, 11/06/2019], colocar-se-á à disposição para compartir com o ministro Sergio Moro os fatos referentes a esse vazamento”, afirmou Rêgo Barros.

 

Últimas notícias