Três são mortos durante tiroteio para libertar mulher refém no Rio

Operação aconteceu no Morro da Coroa e tinha como alvo o cumprimento de sete mandados de prisão

policia civil/ divulgaçãopolicia civil/ divulgação

atualizado 15/07/2019 12:57

Três criminosos morreram, na manhã desta segunda-feira (15/07/2019), durante ação da Polícia Civil no Morro da Coroa, no Catumbi, Rio de Janeiro. Os três homens foram atingidos quando policiais tentavam libertar uma mulher feita refém pelos traficantes, de acordo com informações do jornal O Dia.

Os homens que morreram participavam do sequestro. A corporação apreendeu um fuzil M16, duas pistolas, drogas, celulares e dinheiro. Além disso, os policiais também foram coletar informações de inteligência sobre a investigação, que ainda não terminou. A vítima feita refém não ficou ferida.

“Essa ação originou a partir de uma guerra de traficantes rivais da Coroa e das comunidades Fallet e Fogueteiro no início do ano, que causou muito tiroteio na região”, conta a delegada. A operação pretendia cumprir nesta segunda sete mandatos de prisão, mas ninguém foi preso. “Já identificamos 15 envolvidos nessa ação e estamos com mandados de prisão para sete”, complementa.

Um dos procurados na investigação é Alex Marques de Melo, 28 anos. Conhecido como Léo Serrote, ele é um dos líderes do tráfico de drogas na região, de acordo com a Polícia Civil. Há seis mandados de prisão no nome dele por homicídio, furto, roubo e tráfico de drogas. O criminoso esteve preso entre 2012 a 2013.

As informações são de que a operação da Polícia Civil no Morro da Coroa foi feita sob um intenso tiroteio. Os disparos começaram por volta das 6h20 e foram ouvidos até às 9h. “Assustador, o helicóptero está dando tiros“, um morador avisou pelas redes sociais.

Últimas notícias