PM: caminhão bateu em helicóptero de Boechat após pouso de emergência

Segundo a polícia, foi nesse momento que houve a explosão. Não há informação sobre o que causou problemas no voo

Reprodução/TV GloboReprodução/TV Globo

atualizado 11/02/2019 16:09

O helicóptero que levava o jornalista Ricardo Boechat de Campinas a São Paulo e caiu na Rodovia Anhanguera, na entrada da capital paulista, não explodiu ao colidir com o chão. Segundo informações da Polícia Militar, a explosão foi resultado de uma batida que houve na sequência.

“[O piloto] tentou fazer um pouso de emergência no acesso de quem sai do Rodoanel para a [Rodovia] Anhanguera. Um caminhão que saia do pedágio não teve tempo hábil de frear”, disse o capitão Paiva, da PM, que comandava as operações no local. “Foi aí que houve a colisão e a explosão”, explicou.

Segundo o militar, o piloto do helicóptero enfrentava problemas na condução da aeronave e escolheu o ponto com o menor fluxo de veículos, que era a alça de acesso para quem saia do Rodoanel para se dirigir à rodovia.

“Entende-se que [o caminhão] estava em uma velocidade de razoável para baixa, porque ele tinha acabado de passar pela praça de pedágio”, disse o capitão.

Ainda de acordo com informações prestadas pela PM, engenheiros da concessionária da rodovia se deslocaram até o local e fizeram a análise estrutural da estrada. “Eles não constataram irregularidades”, concluiu.

Últimas notícias