Pela 2ª vez, SP multa Bolsonaro e 15 autoridades por falta de máscaras

Autoridades foram autuadas pelo descumprimento de decreto estadual. É a segunda multa que o presidente da República recebe em duas semanas

atualizado 25/06/2021 18:13

Presidente Jair Bolsonaro , durante apresentação das ações para desburocratização e atração de investimentos para setor de turismo 3Igo Estrela/Metrópoles

São Paulo – O governo de São Paulo autuou, nesta sexta-feira (25/6), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e outras 15 autoridades do âmbito estadual e federal.

Em evento realizado na manhã desta sexta, em Sorocaba, três ministros e outras 12 autoridades não usaram máscaras, além de Bolsonaro. Cada um recebeu multa no valor de R$ 552,71 pelo descumprimento de lei que determina o uso de máscara em ambientes públicos.

Essa não é primeira vez que o governo estadual multa Bolsonaro por não usar o equipamento de proteção. Em 12 de junho, após um passeio de moto por São Paulo, a Vigilância Sanitária do estado multou o presidente pelo mesmo motivo. Na ocasião, 10 autoridades foram flagradas sem a proteção. Dessas, cinco repetiram a infração no evento desta sexta.

Entre as demais autoridades federais autuadas, estão os ministros da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes; das Comunicações, Fábio Faria; e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina. Já os parlamentares incluem o senador Luis Carlos Heinze (PP-RS) e os deputados federais Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Carla Zambelli (PSL-SP), Caroline De Toni (PSL-SC) e Guilherme Muraro Derrite (PP-SP).

“Eu chego como eu quiser; onde eu quiser”

No início da semana, após cumprir agenda em Guaratinguetá (SP), o presidente Jair Bolsonaro foi questionado pela imprensa sobre não ter feito o uso de máscara no evento e também foi indagado sobre a autuação em 12 de junho.

Irritado, o mandatário do país mandou uma repórter “calar a boca”. “Olha, eu chego como eu quiser, onde eu quiser, eu cuido da minha vida. Se você não quiser usar máscara, não use. Agora, tudo o que eu falei sobre Covid, infelizmente, para vocês [imprensa], deu certo”, disse.

O chefe do Executivo federal, que estava de máscara durante a entrevista, tirou o equipamento e desafiou os repórteres presentes a noticiarem o fato.

“Parem de tocar no assunto. [Presidente tira a máscara] Você quer botar… Me bota agora… Vai botar agora… Estou sem máscara em Guaratinguetá. Está feliz agora? Você está feliz agora? Essa Globo é uma merda de imprensa. Vocês são uma porcaria de imprensa”, declarou o presidente.

Mais lidas
Últimas notícias