Operação no Jacarezinho: laudos revelam 4 mortos baleados pelas costas

Exames também mostram que os 27 mortos foram atingidos por 73 tiros na ação policial classificada como a mais letal da história do Rio

atualizado 22/06/2021 15:29

Moradores em um beco no Jacarezinho após operaçãoFoto: Aline Massuca/Metrópoles

Rio de Janeiro – Quatro dos 27 homens mortos pela polícia em operação na favela do Jacarezinho, realizada no último dia 6 de maio, foram atingidos pelas costas. Um quinto corpo analisado pela perícia apresentou marca de disparo a curta distância.

As informações foram reveladas pelo jornal O Globo, que teve acesso aos laudos dos exames de necropsia. Os documentos revelam ainda que um total de 73 tiros nos corpos dos 27 homens.

0

Além dos 27 homens, também foi morto durante a ação o policial civil André Leonardo de Mello Frias.

Um levantamento realizado pelo Instituto Fogo Cruzado mostra que a operação é a mais letal da história do Rio de Janeiro.

De acordo com o Globo, o sinal de disparo à curta distância foi constatado no cadáver de John Jefferson Mendes Rufino da Silva, de 30 anos, um dos sete homens mortos dentro de uma casa no Jacarezinho. O legista calculou que o tiro foi disparado a uma distância de 60cm a 70cm da vítima.

Em outro cadáver, os médicos legistas identificaram ferimentos causados por seis tiros. O morto, identificado como Richard Gabriel da Silva Ferreira, foi atingido por dois disparos no peito, outro na barriga, um nas costas, além de uma marca de tiro em cada um dos braços.

A Polícia Civil informou à reportagem do Globo que “os laudos são compatíveis com o que ocorre em casos de conflito armado em ambientes confinados”. 

A corporação sinalizou que ainda não é possível confirmar se houve execuções na operação: “só é possível uma análise técnica após o confronto de todas as provas produzidas, assim evitando conclusões precipitadas”.

Mais lidas
Últimas notícias