Ministro do STJ adverte advogados por estarem com câmera desligada

Dois defensores fizeram suas sustentações orais e desligaram equipamento durante sessão da Primeira Turma, nesta terça. Eles foram alertados

atualizado 29/03/2022 16:44

Ministros do STJ em sessão da Primeira TurmaReprodução

O ministro Gurgel de Faria, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), advertiu advogados que estavam com a câmera desligada durante sessão da Primeira Turma da Corte, realizada na tarde desta terça-feira (29/3).

Os advogados mantiveram o aparelho desligado enquanto o ministro Benedito Gonçalves proferia seu voto. Gurgel de Farias pediu licença ao colega e advertiu quem estava com a câmera em tela preta.

“A partir do momento em que os advogados fecham seus vídeos, nós não sabemos nem se eles estão acompanhando o voto de sua excelência. Então, faço essa conclamação de ligarem a câmera e desde já agradeço aos ilustres”, afirmou em seu apontamento.

De imediato, os advogados religaram os aparelhos. Mesmo assim, o ministro Benedito Gonçalves endossou a posição de Gurgel de Farias.

“Importante termos na sessão virtual o mesmo comportamento da sessão física”, ressaltou.

Veja o momento em que o ministro chama atenção dos advogados:

 

Mais lidas
Últimas notícias