Mesmo com “efeito positivo” do isolamento, Doria cogita lockdown

Governo de São Paulo não descarta o uso da força policial para manter as pessoas em casa de forma compulsória

atualizado 26/03/2020 17:39

O governador de São Paulo, João Doria, afirmou, em coletiva de imprensa, nesta quinta-feira (26/03), que as medidas de isolamento já tiveram efeito positivo na redução da disseminação do coronavírus. O secretário estadual de Saúde, José Henrique Germann, citou, entretanto, a possibilidade de “lockdown” – confinamento social compulsório -, com uso de força policial para manter as pessoas em casa.

“O que estamos fazendo não é isolamento. Estamos fazendo distanciamento social. O próximo passo seria o isolamento. Se houver necessidade, aí seria o lockdown com o uso da força para manter as pessoas em casa”, destacou o secretário.

Doria ressaltou também que será feita a abordagem de idosos que estejam circulando pelas ruas. “Se nós continuarmos ainda vendo nas áreas de circulação pessoas com mais de 60 anos, elas poderão ser abordadas por policiais recomendando que sigam para suas casas”, disse.

“Já são mais de 70 veículos da Polícia Militar com alto-falante circulando por áreas adensadas pedindo que as pessoas fiquem em casa”.

Últimas notícias