Médico de 74 anos é acusado de assédio durante consulta em Salvador

A paciente diz que o médico falava pornografia o tempo todo e chegou a levar sua mão na genitália dele

atualizado 26/08/2021 10:51

importunação sexualIgo Estrela/Metrópoles

Um médico de 74 anos acusado de assédio sexual contra mãe e filha durante consulta em uma clínica de dermatologia no bairro do Canela, em Salvador, teve o pedido de prisão feito pela Polícia Civil.

Em entrevista ao G1, a vítima de 40 anos, que preferiu não se identificar, disse que o caso aconteceu no dia 11 de agosto, quando acompanhava a filha em uma consulta no Instituto de Dermatologia e Alergia da Bahia.

Leia mais em Bahia Notícias, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias