metropoles.com

STF reforça segurança de ministros após prisão de Daniel Silveira

Deputado foi preso na noite da última terça-feira (16/2), após atacar e ofender ministros da Suprema Corte

atualizado

Compartilhar notícia

Rafaela Felicciano/Metrópoles
STF
1 de 1 STF - Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

O Supremo Tribunal Federal (STF) informou, nesta quarta-feira (17/2), ter reforçado a segurança da Corte após a prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ).

O parlamentar foi preso na noite da última terça-feira (16/2), por decisão do ministro do STF Alexandre de Moraes.

“A equipe de segurança do Supremo Tribunal Federal monitora as movimentações no entorno do prédio, como de costume, e houve reforço de efetivo nesta quarta-feira (17)”, informou a assessoria da Suprema Corte, em nota.

A ação aconteceu após Silveira atacar os ministros do STF, com especial destaque a Edson Fachin, que subiu o tom contra declaração de 2018 feita pelo ex-comandante do Exército Eduardo Villas Bôas.

0

Em vídeo, o deputado afirma que os 11 ministros do Supremo “não servem para porra nenhuma para este país” e deveriam ser destituídos para a nomeação de “11 novos ministros”.

Liberdade de expressão

A prisão de Silveira inflamou bolsonaristas em redes sociais. Os defensores do deputado acusam Moraes de atacar a liberdade de expressão do parlamentar.

A advogada Thainara Prado, que defende o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), disse, na manhã desta quarta-feira (17/2), em nota, que a prisão do congressista tem “evidente teor político”.

“Não houve qualquer hipótese legal que justificasse o suposto estado de flagrância dos crimes teoricamente praticados por Daniel Silveira, tampouco há que se cogitar de pretensa inafiançabilidade desses delitos”, escreveu.

Segundo a advogada, “os fatos que embasaram a prisão sequer configuram crime, uma vez que são acobertados pela inviolabilidade de palavras, opiniões e votos que a Constituição garante aos deputados federais e senadores”.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações