*
 

Na sede de seu instituto, em São Paulo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reúne, nesta quinta-feira (5/4), com a ex-presidente Dilma Rousseff, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad e o ex-deputado José Genoino, além de outros aliados.

O advogado José Roberto Teixeira, compadre de Lula e um dos integrantes de sua defesa, que também estava no local, saiu da sede do instituto sem falar com a imprensa.

A defesa de Lula divulgou uma nota na qual considera a decisão do Supremo Tribunal Federal de negar o habeas corpus como violação à “dignidade da pessoa humana”. Os advogados prometem recorrer a outras medidas para evitar que o ex-presidente seja preso após condenação em segunda instância.

 

 

COMENTE

JustiçaSTFPolíticajulgamento de lulaHC de Lula
comunicar erro à redação

Leia mais: Justiça