Flordelis: “Quero justiça pela morte do meu marido, seja quem for”

Deputada esteve na delegacia para visitar filho, acusado de matar o pastor Anderson do Carmo

Reprodução/FacebookReprodução/Facebook

atualizado 19/06/2019 15:42

A deputada federal Flordelis dos Santos (PSD-RJ) disse, no início da tarde desta quarta-feira (19/06/2019), esperar que a justiça seja feita, no caso da morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo, independentemente de quem seja. Dois dos 55 filhos da pastora evangélica estão presos acusados de serem os autores do assassinato.

A declaração de Flordelis foi dada durante visita à Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI), no Rio de Janeiro. Ela foi até lá para ver o filho Flávio dos Santos Rodrigues, 38 anos, mas não conseguiu. A parlamentar, segundo informações do jornal O Dia, ficou no local por cerca de 20 minutos, acompanhada de um novo advogado e de outros dois filhos.

“Eu quero que seja feita justiça pela morte do meu marido, seja quem for”, afirmou Flordelis ao sair da delegacia, enquanto o filho tentava impedi-la de falar. A congressista informou não ter conseguido ver Flávio e que roupas e alimentos não puderam ser entregues.

Quanto à arma localizada na casa, a deputada disse que não sabia e foi surpreendida com a informação. A Polícia Civil encontrou no quarto de Flávio uma pistola 9mm que, segundo a delegada, pode ter sido a arma usada durante o crime.

Entenda
O pastor Anderson do Carmo, marido da cantora e deputada federal Flordelis, foi morto na madrugada desse domingo (16/06/2019), em Niterói. Os dois são pais de 55 filhos, sendo quatro biológicos. Eles moravam na comunidade do Jacarezinho quando adotaram, de uma vez, 37 crianças — todas sobreviventes de uma chacina ocorrida na estação Central do Brasil.

Na última segunda-feira, a polícia prendeu dois filhos do casal, Lucas dos Santos e Flávio Rodrigues de Souza. Eles usaram pelo menos duas pistolas Glock calibre. 9mm. Segundo informações da polícia, os assassinos doparam o cachorro da família para chegar à residência. Investigadores analisam imagens das câmeras de segurança para descobrir a identidade de outros possíveis autores.

Pastora evangélica e cantora gospel, Flordelis recebeu 196.959 votos no primeiro mandato, sendo a quinta mais votada no Rio de Janeiro. Ela já havia sido candidata em 2004 a vereadora em São Gonçalo (RJ) pelo então PMDB.

Últimas notícias