Em Brasília, Moro vai à PF para assistir a vídeo de reunião com Bolsonaro

Ex-ministro acusou o presidente de interferência na Polícia Federal e deixou o governo no dia 24 de abril

atualizado 12/05/2020 10:45

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro chegou à sede da Polícia Federal em Brasília, pouco antes das 8h, para assistir ao vídeo da reunião entre ministros e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

No encontro, o chefe do Executivo teria exigido a troca do comando da Polícia Federal e até mesmo ameaçado demitir Moro, segundo o ex-ministro informou em depoimento.

Moro chegou acompanhado do advogado Gustavo Rios e se juntou aos procuradores João Paulo Lordelo Guimarães Tavares, Antonio Morimoto e Hebert Reis Mesquita e o advogado-geral da União, José Levi.

A exibição conjunta do filme foi determinada pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), na noite dessa segunda-feira (11/05). O ministro ainda determinou uma perícia no vídeo para garantir que a Presidência da República não alterou o filme e entregou a íntegra para a PF.

Moro deixou o governo no dia 24 de abril após acusar o presidente da República de interferência na PF. A demissão do então diretor-geral, Maurício Valeixo, foi o estopim da crise entre Bolsonaro e o ex-ministro.

Mais lidas
Últimas notícias