Justiça bloqueia R$ 38 bilhões de contas do “Faraó dos Bitcoins”

Sua empresa teria movimento o valor desde 2015. A decisão atinge quatro contas da GAS e outras em nome do ex-garçom Glaidson dos Santos

atualizado 27/09/2021 17:46

Glaidson Acácio dos SantosReprodução

Rio de Janeiro – A pedido da Polícia Federal, a Justiça determinou o bloqueio de R$ 38 bilhões em nome da empresa GAS Consultoria e Tecnologia LTDA 2015. A decisão atinge quatro contas da companhia e outras em nome do ex-garçom Glaidson Acácio dos Santos, conhecido como Faraó dos Bitcoins, preso no último dia 25 de agosto.

Glaidson e seus sócios são acusados de operar ilegalmente no mercado de criptomoedas. A informação do bloqueio foi confirmada por fontes ao Metrópoles. Um consultor de Glaidson revelou em uma conversa gravada com autorização da Justiça, há um mês, que investidores depositavam R$ 2 bilhões por hora nas contas das empresas, como informa reportagem do G1.

0

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal investigam se Glaidson abriu ainda outras empresas nos Estados Unidos, Emirados Árabes, Portugal, Uruguai, Colômbia e Malta.

Glaidson e mais 21 pessoas foram indiciadas pela Polícia Federal por crime contra o sistema financeiro e organização criminosa. Só na casa do ex-garçom, a polícia apreendeu mais de R$ 15 milhões. Procurada, a defesa de Glaidson ainda não se pronunciou.

Últimas notícias