Com Bruna Lima, Edoardo Ghirotto, Eduardo Barretto e Naomi Matsui

Antes de prisão, “Faraó dos Bitcoins” foi banido do maior site de criptomoedas da América

Mercado Bitcoin bloqueou conta de Glaidson em janeiro; PF indiciou 22 pessoas

atualizado 26/09/2021 21:53

Glaidson Acácio dos SantosReprodução

Antes de ser preso, o ex-garçom Glaidson Acácio dos Santos, conhecido como “Faraó dos Bitcoins”, foi banido do Mercado Bitcoin, a maior plataforma de criptomoedas da América Latina. Glaidson está preso há um mês. Nesta quinta-feira (23/9), a PF indiciou Glaidson e mais 21 pessoas por crime contra o sistema financeiro nacional, lavagem de dinheiro e gestão temerária ou fraudulenta.

Em janeiro, o Mercado Bitcoin bloqueou definitivamente a conta de Glaidson. Nessa época, a conta já estava inativa porque o ex-garçom não seguia as obrigações do compliance da empresa.

Sete meses depois, o ex-garçom e ex-pastor da Igreja Universal foi preso no âmbito da Operação Kryptos, no Rio de Janeiro. Glaidson é suspeito de comandar um esquema bilionário de pirâmide financeira com criptomoedas.

Nesta quinta-feira (23/9), o repórter Tácio Lorran mostrou que a Binance, corretora usada pelo “Faraó dos Bitcoins”, é investigada nos Estados Unidos por possíveis negociações com informações privilegiadas e manipulação de mercado.

Já leu todas as notas e reportagens da coluna hoje? Clique aqui.

Siga as redes do Guilherme Amado
Últimas da coluna