Força Nacional envia bombeiros para combate a incêndios no Pantanal

Quarenta bombeiros do Distrito Federal, de Goiás, do Pará e do Paraná foram para a região. Devem ficar na área por 30 dias

atualizado 23/09/2020 11:47

Força Nacional embarcou para amazonia para ajudar a conter incêndiosMichael Melo/Metrópoles

O Ministério de Justiça e Segurança Pública enviou, nesta quarta-feira (23/9), 40 bombeiros da Força Nacional para reforçar o combate aos incêndios florestais em Mato Grosso. Uma parte do Pantanal fica localizada no estado, que já registra recorde histórico de queimadas em 2020. As equipes são de DF, Goiás, Pará e Paraná.

A equipe se reuniu na base da Força Nacional, no Gama, às 6h30. Os bombeiros irão atuar por 30 dias, a partir de quinta-feira (24/9). O prazo pode ser prorrogado.

O auxílio desses bombeiros atende a um pedido do governador do Mato Grosso, Mauro Mendes (Dem). O ministro André Mendonça assinou a autorização do emprego da Força Nacional. Ela foi publicada no Diário Oficial da União também nesta quarta (23/9).   

Militares da Marinha já reforçam o combate aos incêndios na região. Além dos bombeiros da Força Nacional, o Ministério da Justiça e Segurança Pública envia a Mato Grosso 12 viaturas, dois micro-ônibus e um helicóptero.

Segundo o Ministério da Justiça, a Secretaria de Segurança Pública do DF foi acionada para colaborar com o envio de mais militares

Emergência

O Governo Federal já reconheceu situação de emergência pelos incêndios no Pantanal. Antes, o governo de Mato Grosso do Sul também havia decretado. Um ato assinado pelo governador do estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), vale por 90 dias e autoriza que órgãos estaduais e voluntários atuem para prestar socorro ou ainda para adquirir produtos e serviços sem licitação.

A estimativa para este ano, segundo o Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), é que a área atingida pelos incêndios chegue a 1,450 milhão de hectares.

 

0

 

Últimas notícias