Filhos de Maluf são condenados por lavagem de dinheiro em São Paulo

O processo foi inciado em 2006, quando os filhos foram acusados de movimentações financeiras ilegais no exterior para desviar recursos

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 20/06/2019 16:02

Três filhos do ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf, foram condenados nesta quinta-feira (20/06/2019), pela Justiça Federal do estado, acusados de lavagem de dinheiro. A ação ficou pendurada por 12 anos na 2ª Vara Federal Criminal de São Paulo. As informações são da TV Globo.

O empresário Flávio Maluf pegou pena de oito anos em regime fechado. Já as filhas Ligia Maluf Curi e Lina Maluf Alves da Silva foram condenadas a quatro anos em regime semiaberto. Apesar das sentenças, ainda há a possibilidade das defesas entrarem com recurso. Procurado pela emissora, o assessor de imprensa de Paulo Maluf, Adilson Laranjeira, disse que a família vai recorrer pela liberdade dos acusados.

Em 2006, a família Maful foi acusada de movimentações financeiras ilegais no exterior, a fim de esconder recursos desviados pelo pai, Paulo Maluf, enquanto era prefeito de São Paulo. Maluf cumpre prisão em regime domiciliar em uma ação por crime de lavagem de dinheiro na qual foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal.

Últimas notícias