EUA confirma o envio de 3 milhões de doses da Janssen para o Brasil

Este é o maior número de vacinas doadas pelos EUA para qualquer país até agora. Brasil já havia recebido 1,5 milhão de doses do imunizante

atualizado 23/06/2021 21:45

vacina covid-19 Dose da PfizerAaron Chown - WPA Pool/Getty Images

Após negociações diretas entre a Casa Branca e o governo brasileiro, os Estados Unidos confirmaram, nesta quarta-feira (23/6), o envio ao Brasil de 3 milhões de doses de vacinas Janssen, produzidas pela Johnson & Johnson.

Kevin Munoz, assessor de imprensa da presidência norte-americana, confirmou a informação pelo Twitter.

“Amanhã continuaremos nosso trabalho para enviar mais vacinas para o mundo e acabar com o vírus em todos os lugares, com 3 milhões de doses ao Brasil”, diz o post.

A ação é uma doação direta, fora do mecanismo Covax. A expectativa é que elas sejam enviadas nesta quinta-feira (24/6) do aeroporto de Fort Lauderdale, na Flórida, para o aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

Este é o maior número de vacinas doadas pelos EUA para qualquer país até agora.

Outra remessa

Na manhã dessa terça-feira (22/6), o Brasil recebeu 1,5 milhão de doses da vacina Janssen contra a Covid-19. O quantitativo é menor do que o anunciado no início do mês pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Segundo ele, a pasta havia antecipado a chegada de 3 milhões de unidades do imunizante.

Na ocasião, Queiroga ainda disse que o ministério busca agilizar vacinas não só da Janssen, mas de outros fabricantes.

O país tem contrato firmado com a farmacêutica Janssen para o fornecimento de 38 milhões de unidades do fármaco.

No dia 12 de junho, Queiroga anunciou que a farmacêutica reduziu em 25% o valor do contrato de 38 milhões de doses.

A entrega

Os imunizantes vão desembarcar no Aeroporto de Viracopos (SP) nesta sexta-feira (25/6), às 6h30.

Últimas notícias