Candidato a vereador é preso com mais de R$ 15 mil na cueca

A Polícia Militar de Sergipe suspeita que dinheiro era usado para compra de votos. Cédulas estavam dentro de um saco plástico escondido

atualizado 22/10/2020 14:58

Polícia Militar de Sergipe

Como no caso do senador Chico Rodrigues, o candidato a vereador Edilvan Messias dos Santos, o “Vanzinho de Altos Mares” (PSD), foi preso com R$ 15,3 mil escondidos na cueca em Carira (SE).

A Polícia Militar do estado recebeu a informação de que pessoas em dois carros, um deles conduzido por Edilvan, estavam comprando votos. No veículo, a PM encontrou uma grande quantidade de material de campanha. As informações são do G1.

Ao revistar o candidato, na quarta-feira (21/10), policiais encontraram um saco plástico escondido na cueca dele com diversas cédulas.

“Segundo o suspeito, ele estava no povoado fazendo a campanha eleitoral com o candidato a prefeito. E informou que essa quantia em dinheiro era para comprar um veículo e que havia recebido esse dinheiro no município de Itabaiana”, informou a polícia.

O material foi apreendido e o suspeito conduzido até a delegacia. Ele foi liberado e um inquérito foi instaurado pela Polícia Civil para investigar o caso.

O PSD disse que o partido não se responsabiliza pela conduta do filiado e irá apurar o caso. Também afirma que repudia qualquer ato de irregularidade ou ilegalidade.

 

Últimas notícias