Crédito ampliado do setor não financeiro chega a R$ 12,1 trilhões

O Banco Central divulgou o resultado das estatísticas de crédito para o mês de janeiro; saldo com empresas totalizou R$ 4,2 trilhões

atualizado 25/02/2021 13:41

O Banco Central (BC) apresentou nesta quinta-feira (25/2) o resultado das estatísticas de crédito para o mês de janeiro. O crédito ampliado ao setor não financeiro alcançou R$ 12,1 trilhões, o que representa 162,6% do Produto Interno Bruto (PIB).

Em relação aos tomadores do setor privado não financeiro, o saldo com empresas totalizou R$ 4,2 trilhões, uma representação de 56,4% do PIB no país.

O crédito ampliado inclui as operações de empréstimos feitas no Sistema Financeiro Nacional (SFN) e as operações com títulos públicos e privados. A medida mostra como empresas, famílias e o governo estão se financiando.

O aumento no cheque especial e a redução no cartão de crédito à vista foram os motivos do crescimento de 0,4% no crédito livre para as famílias em janeiro, de acordo com o chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha.

“Com o recebimento do 13º salário em dezembro, as pessoas quitam suas dívidas e há uma redução no cheque especial e aumento no cartão de crédito com as compras de Natal. Em janeiro, essa dinâmica se reverte”, disse.

Últimas notícias