Doria rebate Mario Frias: “Governo federal faz danos ao país”

Frias criticou uso da palavra “todes”, uma alusão à indefinição de gênero, no acervo do Museu de Língua Portuguesa, visitado pelo governador

atualizado 29/07/2021 12:45

Joao Doria, governador de SPFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – Em visita, na manhã desta quinta-feira (29/7), ao Museu da Língua Portuguesa, na capital paulista, o governador João Doria (PSDB) rebateu críticas recentes feitas pelo secretário nacional de Cultura, Mario Frias, a publicação feita pela casa nas redes sociais em referência a parte do acervo da casa onde há referências a indefinição de gênero.

O secretário de Jair Bolsonaro (sem partido) criticou, nas redes sociais, o uso da expressão “todes” em substituição aos termos “todos” ou “todas”. Doria não deixou passar batido. “O governo federal faz danos ao país”, resumiu o tucano.

0

O secretário estadual e ex-ministro de Cultura, Sérgio Sá Leitão, também alfinetou a Secretaria Especial de Cultura. “É mais um ataque do governo Bolsonaro à cultura. É um governo que despreza a arte, que despreza a cultura, o conhecimento e a vida”, disse ao se referir às mudanças na Lei de Incentivo à Cultura que passa a centralizar as decisões sobre projetos a serem aprovados nas mãos do ministro da Cultura.

A mudança foi feita via decreto assinado pelo presidente Bolsonaro na última terça-feira (27/7).

Reabertura

O Museu da Língua Portuguesa será reaberto à visitação pública neste sábado (31/7), após incêndio que destruiu parte do equipamento cultural em 2014.

O ingresso vai custar R$ 20 e o endereço vai ficar aberto de segunda a domingo.

Para a restauração, foram gastos R$ 85 milhões em patrocínio captados via Lei de Incentivo à Cultura. Entre as empresas que participaram da reconstrução, estão a Fundação Roberto Marinho, a Sabesp e a Fundação Calouste Gulbenkian.

Últimas notícias