Cervejas e chocolates: babá é suspeita de gastar R$ 5,6 mil no cartão da ex-patroa

Polícia Civil diz que mulher abusou da confiança da vítima e comprou alimentos, remédios, cervejas, biscoitos, chocolates e roupas no débito

atualizado 05/08/2021 17:04

Cartão, compraBoonchai Wedmakawand/Getty Images

Goiânia – Uma babá de 39 anos foi presa, em flagrante, na quarta-feira (4/8), por suspeita de furtar cartão de débito de uma amiga e ex-patroa, gastar R$ 5,6 mil em remédios, alimentos, doces, roupas, cervejas, biscoitos e chocolates, em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, a 235 quilômetros da capital. Segundo a Polícia Civil, ela admitiu a prática do crime.

Katiane Camargo da Silva foi presa depois de a enfermeira Tuanny Carvalho Dionísio, de 33, não conseguir fazer compra em uma farmácia porque o limite diário do cartão já havia sido atingido, na terça-feira (3/8). Por isso, Tuanny ligou para o seu marido, que verificou os locais e valores de compras realizadas no dia.

A ex-patroa, no entanto, desconheceu todas as compras, mas reconheceu o carro de Katiane nas imagens de câmeras de um posto ao qual ela havia ido com o cartão e de uma loja em que ela comprou as roupas.

Na delegacia, a enfermeira disse, ainda, que Katiane havia ido à sua casa na manhã de terça-feira dizendo que queria ver a filha da amiga. Segundo informações coletadas pela Polícia Civil, Katiane teria voltado à tarde para deixar seu filho na casa de Tuanny e retornado horas depois para buscá-lo.

De acordo com a enfermeira, o cartão estava dentro de sua bolsa, onde ela acredita que a amiga o pegou. Tuanny também disse que Katiane tinha livre acesso à sua residência e sabia a senha do cartão por já ter trabalhado como babá na casa dela e, na época, feito compras a pedido da então patroa.

Após ser presa, a ex-babá entregou todos os produtos comprados com o cartão da antiga patroa. A mulher está presa da unidade prisional de Serranópolis, a 151 quilômetros de Rio Verde.

O Metrópoles não localizou contato da defesa da babá.

Últimas notícias