Bolsonaro ficará “fora do ar” por cinco dias para cuidar da saúde

Prazo seria para recuperação de cirurgia a qual será submetido no início de dezembro

atualizado 15/11/2018 10:09

Igo Estrela/Metrópoles

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, falou, nesta quarta-feira (14/11), para políticos participantes da reunião com governadores de diversos estados que ficará cinco dias “fora do ar” por motivos relativos à sua saúde. Segundo informações do blog Politicando, publicado no jornal O Globo, o prazo seria para recuperação de cirurgia a qual será submetido no início de dezembro.

Como consequência da nova cirurgia, a diplomação de Bolsonaro foi adiantada para 11 de dezembro, um dia antes da nova cirurgia que o presidente eleito irá realizar.

No dia 6 de novembro, o presidente eleito demonstrou desconforto físico em diversos momentos – inclusive para permanecer sentado – no decorrer da sessão solene do Congresso Nacional, em homenagem à Constituição.

Tanto a cirurgia marcada para dezembro como o desconforto notado na sessão solene são resultado de medidas médicas permanentes desde que sofreu atentado em Juiz de Fora (MG), enquanto cumpria agenda de campanha eleitoral, em setembro.

Últimas notícias