Barroso chama de “mentiras e miudezas” ataques de Bolsonaro contra ele

Mais cedo, o presidente afirmou que o ministro articula "fraude eleitoral" por "interesses pessoais"

atualizado 07/07/2021 20:19

Ministro Luis Roberto BarrosoIgo Estrela/Metrópoles

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, chamou de “mentiras e miudezas” as declarações que o presidente Jair Bolsonaro preferiu contra ele sobre fraudes nas eleições.

Em resposta aos ataques, Barroso comunicou que está em um evento fora do Brasil e não quer ser incomodado.

O chefe do Executivo chegou a dizer que o presidente da corte eleitoral se articula contra a Proposta de Emenda à Constituição que trata do voto impresso por “interesses pessoais”.

“A democracia se vê ameaçada por parte de alguns de toga que perderam a noção de onde vão seus deveres e direitos. Quando você vê o ministro Barroso ir ao parlamento negociar com as lideranças partidárias para que o voto impresso não fosse votado na comissão especial, o que ele quer com isso? Fraude nas eleições”, disse o presidente.

Mais cedo, em nota assinada pelo ministro Luiz Fux, o Supremo também se manifestou sobre o caso. Fux disse que “rejeita posicionamentos que extrapolam a crítica construtiva e questionam indevidamente a idoneidade das juízas e dos juízes da Corte”.

Últimas notícias