Ato pede impeachment do presidente Jair Bolsonaro em Goiânia

Além da capital goiana, protestos são registrados em outras cidades goianas; manifestantes pedem vacinas para a população

atualizado 24/07/2021 13:39

goias ato contra bolsonaroDeborah Queiroz/Arquivo pessoal

Goiânia – Manifestantes voltaram às ruas neste sábado (24/7) em atos contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), pedindo impeachment, comida no prato, valorização da educação e mais vacinas contra Covid-19 para toda a população, em Goiás.

Na capital goiana, a movimentação começou por volta das 9h, na Praça do Trabalho, região central da cidade. O ato foi organizado por centrais sindicais, movimentos sociais e estudantes.

O protesto ocorreu de forma pacífica, de forma semelhantes às manifestações realizadas em outra datas. Esta é a quarta manifestação que ocorre em todo o país desde maio contra o governo federal.

Grande parte dos participantes usava máscara de proteção facial de forma correta. Apesar dos alertas, em alguns momentos, houve aglomerações.

A previsão é de que os atos ocorram em outros municípios goianos como Aparecida de Goiânia, Catalão, Jataí, Rio Verde e Trindade, além de outras unidades da Federação.

0

Ao portal Mais Goiás, Kelly Cristina, da Articulação de Mulheres Brasileiras na Campanha Fora Bolsonaro Goiás, que compõe a organização do ato, afirma que falta de recursos financeiros prejudicam a divulgação dos protestos. No entanto, segundo ela, as campanhas que ocorrem desde 29 de maio estão atingindo as metas.

“Se não fosse a pressão nas ruas, provavelmente, teríamos perdido muito mais, como a destruição do SUS, a privatização dos Correios e a falta dos concursos públicos. Tudo isso são consequências positivas para nossa democracia”, critica.

Últimas notícias