Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

18 anos Blog do Noblat

Como você deve entender os ataques de Bolsonaro à democracia

O papel aceita qualquer coisa

atualizado 17/08/2022 7:24

Bolsonaro fala a embaixadores sobre urnas e eleições Reprodução/Redes sociais

Esqueça todos os ataques de Bolsonaro às urnas eletrônicas e ao sistema de apuração de votos. Não foram ataques, foram contribuições para fortalecer a democracia.

Foi o que disse em nome dele o advogado Marcelo Bessa em documento enviado ao Tribunal Superior Eleitoral meia hora antes da posse do ministro Alexandre de Moraes.

A defesa foi apresentada após representação do Ministério Público Eleitoral contra os ataques de Bolsonaro à democracia em reunião com 40 embaixadores estrangeiros no dia 18 de julho.

Bessa escreveu:

“O Presidente da República, como ator político, e dentro da leitura que fez do Inquérito, entende que ainda cabem outros aprimoramentos, em especial de transparência e de facilitação de possíveis auditorias ao resultado do pleito eleitoral. Isso em nada encerra raciocínio contrário à democracia, mas sim de fortalecimento ao Estado Democrático de Direito”.

[A reunião com embaixadores serviu para esclarecer que,] “diante de notícias de que ele estaria se opondo ao sistema eleitoral como forma de afronta à democracia, entendeu ser correto explicar a posição dele que nunca foi de desrespeito ao regime democrático, mas, sim, o aprimoramento dos instrumentos para que a democracia avance e se concretize”.

Que tal? Convenceu-se? Da próxima vez que você ler: Bolsonaro ataca isso ou aquilo outro, entenda: Bolsonaro contribuiu para o aprimoramento disso ou daquilo outro. Simples.

Últimas do Blog