Empresário é preso por feminicídio após atropelar namorada e amiga

Pablo Henrique Campos Santos jogou o carro que dirigia contra a parceira e uma amiga dela, que acabou morrendo por causa dos machucados

atualizado 29/09/2019 19:33

O empresário Pablo Henrique Campos Santos é acusado de feminicídio pela morte de Vanessa Maria Miranda, aos 27 anos, e tentativa de feminicídio contra Anuxa Kelly Leite de Alencar, 34 anos.

Na saída de uma festa de casamento na madrugada deste domingo (29/09/2019), em Teresina (PI), o empresário jogou o carro que dirigia – um Jeep Renegade – contra as duas amigas depois de ter discutido com Anuxa, que era sua namorada.

A colisão resultou no falecimento de Vanessa, que chegou a ser socorrida pelo SAMU (Serviço de Atendimento Movel de Emergência), mas morreu a caminho do hospital. Anuxa sofreu traumatismo craniano e continua internada em um hospital de Teresina, mas seu estado de saúde é estável.

Pablo foi preso em flagrante pois toda a cena havia sido testemunhada pelo delegado Diogo Pascoal, que deixava o local na mesma hora. Irmão do noivo que promovia a festa, o delegado testemunhou a discussão do casal e também viu quando a mulher entregou a chave do carro para Pablo e seguiu a pé com a amiga.

“Aproximei-me para ver se se agravava alguma coisa, e [a situação] se acalmou quando ela saiu do veículo. O autor ficou na calçada e ela entregou a chave do carro a ele. Ele arrancou com o veículo, de forma proposital, atropelou as duas e fugiu”, afirmou Pascoal em coletiva de imprensa. A polícia prendeu o empresário na casa da família dele com as informações repassadas pelo delegado.

Últimas notícias