Detalhe no caixão da rainha Elizabeth fez aceno delicado a Balmoral

As flores que formavam o arranjo foram colhidas na propriedade escocesa que era um dos lugares preferidos da rainha

atualizado 13/09/2022 14:17

foto colorida de caixão dentro de um carro com coroa de flores em cima Getty Images/PAUL ELLIS/AFP

O caixão da rainha Elizabeth II chegou, no último domingo (11/9), a Edimburgo, após um cortejo de seis horas pelo interior da Escócia. O corpo da monarca ficou exposto por dois dias no Palácio de Holyroodhouse, residência oficial da família real no país, e um detalhe chamou atenção dos súditos e da imprensa: as delicadas flores do Castelo de Balmoral, onde a soberana faleceu, na quinta-feira (8/9), e que era considerado um de seus lugares preferidos em todo o mundo.

As plantas que formavam o arranjo foram colhidas diretamente na propriedade, que fica na Escócia, e é famosa pelos imensos jardins que a rodeiam. Entre as flores selecionadas para a ornamentação estavam rosas, frésias, crisântemos, urze seca de Balmoral, alecrim e folhagem, segundo informações da revista People.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

 

Homenagens

Em Londres, contínuas homenagens expostas em lojas e estabelecimentos ambientam o clima agitado que acordou a capital da Inglaterra nesta terça-feira (13/9).

A cidade se prepara para receber o corpo da rainha Elizabeth II, que está previsto para sair de Edimburgo, na Escócia, e chegar no Palácio de Buckingham por volta das 19h (horário local).

Mais lidas
Últimas notícias