Óleo de coco e peixe: conheça a dieta de CR7 para a Copa do Mundo

Personal chef de Cristiano Ronaldo, Giorgio Barone revelou a dieta do atleta para a Copa. Nutricionista analisa novo menu do craque

atualizado 18/11/2022 16:53

Cristiano Ronaldo Reprodução/Instagram

A Copa do Mundo do Catar começa no próximo domingo (20/11). Durante o torneio futebolístico, algo que desperta a curiosidade do público é a dieta dos jogadores. Para a alegria dos fãs, o personal chef de Cristiano Ronaldo, Giorgio Barone, revelou, em entrevista ao The Mirror, o plano alimentar do craque para o Mundial. CR7, como é conhecido pelos fãs, busca seu primeiro título na disputa.

De acordo com Barone, além de proteínas magras, o atleta adicionará ao cardápio abacate, arroz negro, ovos, legumes, verduras e doses extras de água. As mudanças na alimentação devem melhorar o rendimento do esportista durante o campeonato, que exige toda a dedicação dos competidores.

Segundo Tatiana Amalfi, nutricionista que analisa o menu do craque há dois anos, os alimentos não são muito diferentes dos que o jogador costuma comer no dia a dia e fazem parte do que os especialistas chamam de dieta mediterrânea. Ela ressalta, no entanto, que alguns ingredientes devem ter prioridade em relação a outros na alimentação do craque ao longo da Copa. Um deles é o óleo de coco.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

“A Copa do Mundo deste ano vai exigir ainda mais dos jogadores. O intervalo entre os jogos da primeira fase é de apenas três dias, com partidas que trazem uma exigência física enorme. É um torneio no qual os atletas não costumam se poupar em campo. E isso traz a necessidade de um aporte calórico ainda maior. O óleo de coco é considerado um triglicerídeo de cadeia média, ou seja, uma gordura que pode ser utilizada como boa fonte de energia para atletas”, esclarece.

Impacto da idade

A profissional chama atenção para a idade de Cristiano. Aos 37 anos, ele disputará o seu quinto Mundial. Sendo um dos jogadores mais velhos da competição, CR7 precisará de cuidados maiores para se manter bem em relação ao restante do elenco.

“Cristiano chega a sua quinta Copa do Mundo com quase 38 anos. Ele é quase 12 anos mais velho do que a média dos atacantes presentes no Mundial do Catar, que têm, em média, 26. Porém, sua alimentação é rica em frutas e verduras, considerados alimentos antioxidantes. Esses itens também podem ajudar no combate aos radicais livres presentes no processo de envelhecimento das nossas células, o que garante ao jogador rendimento muito próximo ao de atacantes mais jovens”, elucida.

Altas temperaturas

Tatiana ainda alerta para as altas temperaturas do país que sediará os jogos. Mesmo a Copa tendo sido adiada para o fim do ano, as temperatura do Catar devem ficar próximas aos 30ºC, inclusive em competições noturnas. “Nesses casos, a água obviamente ajudará demais”, conclui.

A Copa do Mundo no Catar pode ser a última chance de CR7 ser campeão mundial com a seleção portuguesa. Isso porque, na próxima Copa, em 2026, o atacante terá 41 anos.

Mais lidas
Últimas notícias