Jane de Araújo/Agência Senado
Economia

CNI defende a jornada de 12 horas

Presidente da CNI, Robson Andrade, criticou a legislação trabalhista e defendeu o direito de um empregado ter uma jornada de até 12 horas por dia em certos casos

Últimas notícias