Vacinação contra gripe alcança 90% da população acima dos 60 anos

Imunização não protege contra o coronavírus mas é importante para desafogar as redes de saúde pública e privada

Vacinação contra gripe posto 612 SulRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 15/04/2020 11:23

Mais de 18,9 milhões de brasileiros acima de 60 anos procuraram os postos de vacinação para serem imunizados contra o vírus influenza até a última segunda-feira (13/04), segundo levantamento do Ministério da Saúde.

O número é o equivalente a 90,66% da população na faixa etária e, portanto, supera a meta dos 90% estipulada pela pasta para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe de 2020. Desde que começou, em 23 de março, 38 milhões de trabalhadores da saúde também foram vacinados, 75,5% da meta.

A segunda fase da campanha começa nesta quinta-feira (16/04), quando serão vacinados policias civis e militares; bombeiros; doentes crônicos; profissionais de categorias que estão mais expostas ao vírus como motoristas de transporte coletivo, caminhoneiros e trabalhadores portuários; os povos indígenas; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

O Ministério da Saúde recomenda que os profissionais das categorias consideradas essenciais levem consigo algum documento que comprove a função realizada como carteira de trabalho, contracheque com documento de identidade, carteira de sócio dos sindicatos de transportes ou carteira de habilitação para as categorias C ou E.

A imunização não protege contra o novo coronavírus, mas é considerada importante para desafogar as redes de saúde pública e privada neste momento de epidemia. Também evita que as pessoas apresentem as duas doenças ao mesmo tempo.

Últimas notícias