Vacina Janssen pode ser menos efetiva contra Delta, sugere estudo

Pesquisa realizada pela Universidade de Nova York sugere reforço para aumentar proteção em pessoas imunizadas com a fórmula

atualizado 21/07/2021 18:48

vacina adolescenteGettyImages

Um estudo preliminar realizado por especialistas da Universidade de Nova York (NYU) indica que a vacina contra Covid-19 da Janssen pode ser menos efetiva contra a variante Delta do coronavírus.

A descoberta sugere que os vacinados com o imunizante desenvolvido pelo grupo Johnson & Johnson, que é administrado em dose única, podem precisar tomar outra vacina para se protegerem.

Ainda não publicado em revistas científicas, o trabalho analisou amostras de sangue de 17 pessoas imunizadas com o esquema completo das vacinas de mRNA (tecnologia usada pela Pfizer e pela Moderna) e outras dez pessoas que receberam a vacina Janssen.

As vacinas de mRNA obtiveram resultados mais satisfatórios, reforçando as conclusões de um estudo anterior, que já havia indicado uma redução significativa na proteção contra a variante Delta para pessoas que tomaram apenas uma dose da vacina Oxford/AstraZeneca (o imunizante usa tecnologia semelhante à da Janssen).

No entanto, o resultado da NYU contraria pesquisa realizada pela gigante farmacêutica que assegurou a proteção conferida pela fórmula contra a variante por até oito meses após a aplicação.

Últimas notícias