metropoles.com

Sedentarismo pode ser tão perigoso à saúde quanto fumar, diz estudo

Estudo feito nos Estados Unidos comparou os efeitos para a saúde da inatividade física e sedentarismo com o hábito de fumar

atualizado

Compartilhar notícia

Unsplash
Pessoa deitada no sofá
1 de 1 Pessoa deitada no sofá - Foto: Unsplash

Levar um estilo de vida sedentário ou de inatividade física pode ser tão prejudicial à saúde quanto ser fumante, segundo mostra um estudo feito por pesquisadores do Pennington Centro de Pesquisa Biomédica e Escola Arnold de Saúde Pública, da Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos.

A pesquisa menciona que o tempo entregue para comportamento sedentário em níveis de atividade física e aptidão cardiorrespiratória se relacionam com as taxas de mortalidade.

O levantamento citou na sequência a inatividade física com efeito deletério equiparado ao tabagismo e obesidade e a estimativa global que 9,4% de todas as 57 milhões de mortes no mundo do ano de 2008 podem ser atribuídas para inatividade física, o que significa mais de 5 milhões de óbitos pelo planeta.

Há ainda na sequência o acréscimo de que também se relaciona com os riscos de obesidade, diabetes mellitus tipo 2, hipertensão, doenças cardiovasculares, fragilidade vinculada ao envelhecimento e câncer.

0

Diante dessas constatações, o que sobra é a recomendação de ao menos 250 minutos de exercícios físicos em média e alta intensidade, que associam força e atividades cardiorrespiratórias, para que um sujeito não seja sedentário.

Leia a matéria completa no portal SportLife, parceiro do Metrópoles.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comSaúde

Você quer ficar por dentro das notícias de saúde mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações