Remdesivir reduz 2 dias no tempo de internação por Covid, diz estudo

Pesquisa publicada na JAMA comparou pacientes que usaram o medicamento com grupo semelhante que não fez uso

atualizado 24/03/2021 21:13

rendesivirDivulgação

De acordo com um estudo feito pela Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, o medicamento remdesivir ajuda a diminuir o tempo de internação de pacientes com Covid-19. O remédio é o primeiro aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) contra a infecção causada pelo coronavírus.

A pesquisa analisou dados de 2.483 pacientes sendo que 342 deles receberam o remédio — deste grupos, 184 foram medicados também com corticosteroides, e 158, apenas com o remdesivir. Os dados de cada um dos participantes foram comparados com o de outros que não receberam remédios e que tinham a mesma idade, comorbidades, sexo e outros indicadores semelhantes.

Pessoas que receberam o remédio se recuperaram em média dois dias mais rápido do que os que não tomaram nada. A taxa de mortalidade também foi menor entre os que receberam o remdesivir — 7,7% do grupo faleceu, comparado com 14% dos que não foram medicados. A associação dos corticosteroides não foi associada com uma redução de risco de morte aos 28 dias de infecção.

“Neste estudo de efetividade comparativa de adultos hospitalizados com Covid-19, a administração de remdesivir foi associada com uma melhora clínica mais rápida em um grupo de pacientes predominantemente não-brancos. Remdesivir mais corticosteroides não diminuíram o tempo de morte comparado com o remdesivir sozinho”, escrevem os pesquisadores. O estudo foi publicado na revista científica JAMA Network nesta quarta (24/3).

Saiba como o coronavírus ataca o corpo humano:

0

Últimas notícias